NLTK

AcronymDefinition
NLTKNatural Language Toolkit
References in periodicals archive ?
Esse programa oferece uma interface grafica amigavel que permite utilizar o NLTK, de forma nao trivial, no processamento automatico da sintaxe sem precisar digitar comando algum em Python, oferecendo, igualmente, recursos nao disponiveis nessa biblioteca.
Em seguida, tratamos de extensoes da CFG baseadas na unificacao, concentrando-nos naquele que e o formalismo gramatical do NLTK mais poderoso e mais interessante sob a perspectiva gerativa: a gramatica livre de contexto baseada em estruturas de tracos (doravante FCFG, do ingles feature-based context-free grammar).
Diante de tudo isso, nao surpreende a enfase do NLTK nesse formalismo.
O NLTK permite familiarizar-se com os principios basicos da gramatica de unificacao por meio da FCFG, um modelo relativamente simples, de estruturas de tracos nao tipadas, o qual nao dispoe de metavariaveis e cujo unico operador de expressoes regulares e a disjuncao logica "|".
A Figura 1 apresenta o resultado da analise automatica de um DP pelo parser construido por meio do NLTK a partir de (18).
O NLTK oferece modulos capazes de processar gramaticas em diversos formalismos e construir parsers por meio dos quais podemos analisar sentencas automaticamente, representando suas estruturas sob a forma de arvores.
O Quadro 1 apresenta sinoticamente nas duas primeiras colunas os formalismos gramaticais mais importantes do NLTK e os principais tipos de parsers disponibilizados (8).
De um ponto de vista didatico, contudo, o NLTK se sobressai como a primeira opcao a ser considerada em cursos introdutorios de sintaxe formal ou linguistica computacional.
Para construir, a partir de uma dada gramatica, um parser de um dos tipos listados no Quadro 1, o usuario do NLTK dispoe, em primeiro lugar, da interface de linha de comando de Python.
Vejamos como utilizar o NLTK por meio da interface de linha de comando de Python para a testagem de uma minigramatica.
Para evidenciar a utilidade de um sistema como o NLTK no estudo da sintaxe, convidamos o leitor a calcular manualmente quantas analises sao licenciadas pela gramatica de (20) para cada um dos sintagmas de (19) e, em seguida, comparar seus resultados e o tempo que levou a obte-los com os dados correspondentes obtidos por um parser tabular ascendente no NLTK.
No NLTK, tirando o tempo que leva a digitacao de comandos como os de (21)-(24), a analise propriamente dita das construcoes de (19) leva menos de um segundo.