FCREC

AcronymDefinition
FCRECFlinders Clinical Research Ethics Committee (Australia)
References in periodicals archive ?
Indicador nao-invasivo da reativacao parassimpatica da FCrec (T30)
Onde k = inclinacao da relacao linear entre o logaritmo natural (ln) da FCrec (bpm) como variavel dependente; em funcao do tempo durante 30 s da FCrec, tida como variavel independente.
A tabela I apresenta os valores descritivos (media e desvio padrao) da cinetica da FCrec, onde nao foram observadas diferencas estatisticas entre as variaveis Amp (bpm), [FC.sub.T] (s) e FCmin (bpm) nos diferentes tempos de analises (T120, T300 e T600).
Os principais achados do presente estudo foram que nao houve diferencas (P < 0,05) entre os parametros da cinetica de FCrec analisados pelos diferentes tempos de analises (Tabela 1).
A utilizacao de T120 na FCrec mostrase fortemente influenciada pela reativacao parassimpatica, em detrimento da retirada simpatica (Imai e colaboradores, 1994).
Outra limitacao do T120 e que em alguns casos a FCrec projetada nao atinge seu valor assintotico, como observado no presente estudo.
A maior concordancia dos dados de T300 e T600 (tabela 2) indica que os fatores fisiologicos que determinam a FCrec podem ser estimados por ambas as janelas de tempo, com ambos os sistemas autonomicos contribuindo para os parametros (Pierpont e Voth, 2004).
A falta de uma medida direta da atividade autonomica pode ter sido a principal limitacao do estudo; no entanto, isso nao foi de crucial importancia para os resultados, tendo em vista que as comparacoes se pautam somente nos dados de FCrec pos-esforco em 600s, e em seu ajuste matematico.